Nota de pesar

Morre um herói da luta pela democracia

Lamentamos a morte do advogado e ex-preso político Manoel Martins, que morreu aos 92 anos, na tarde de ontem, em Niterói. Manoel dedicou a vida à defesa dos trabalhadores, atuou no movimento sindical e foi perseguido na ditadura.  Ficou preso no reduto de repressão da Marinha, na Ponta d’Areia, no Departamento de Ordem Política e Social (Dops), e no Estádio Caio Martins, onde foi um dos últimos a ser liberado.

Manoel Martins, presente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *