MANIFESTO EM DEFESA DAS INSTITUIÇÕES DEMOCRÁTICAS

O teólogo Leonardo Boff coordena e recolhe assinaturas para manifesto em defesa da democracia. Chico Buarque é um dos nomes que assinou o documento, que pede a saída de Eduardo Cunha da presidência da Câmara dos Deputados e repudia as tentativas de golpe.

MANIFESTO EM DEFESA DAS INSTITUIÇÕES DEMOCRÁTICAS

O Brasil vive um momento histórico em que a legalidade e as instituições democráticas são testadas, o que exige opinião e atitude firme de todos e todas que têm compromisso com a democracia.

Desde as eleições de 2014, vivemos um grande acirramento político que permeia as mais diversas relações humanas e sociais. Essa situação ganhou novos ingredientes a partir da eleição de Eduardo Cunha para a presidência da Câmara dos Deputados e, de forma especial, após este ser denunciado pelo Ministério Público Federal por seu envolvimento em atos de corrupção, possuindo contas bancárias no exterior e ocultando patrimônio pessoal.

Absolutamente acuado pelas denúncias, pelas fartas provas do seu envolvimento em atos ilícitos e enfrentando manifestações em todo Brasil contra a agenda conservadora e retrógrada do ponto de vista de direitos que lidera, Cunha, que já não tem mais nenhuma legitimidade para presidir a Câmara, decidiu enfrentar o Estado Democrático de Direito. A aceitação de um pedido de impedimento da Presidenta da República no momento em que avança o processo de cassação do deputado é uma atitude revanchista que atenta contra a legalidade e desvia o foco das atenções e das investigações.

Neste sentido, viemos a público repudiar a tentativa de golpe imposta por Eduardo Cunha, por não haver elementos que fundamentem esta atitude, a não ser pelo desespero de quem não consegue explicar o seu comprovado envolvimento com esquemas espúrios de corrupção. Não se trata neste momento de aprovar ou reprovar a administração nem a forma como a Presidenta da República governa, mas defender a legalidade e a legitimidade das instituições do nosso país.

Por outro lado, defendemos o cumprimento do Regimento da Câmara dos Deputados e da Constituição Federal, ambos instrumentos com fartos elementos que justificam a cassação do mandato de Eduardo Cunha. Caso contrário, toda a classe política e as instituições brasileiras estarão desmoralizadas, por manter no exercício do poder um tirano que utiliza seu cargo de forma irresponsável para manutenção dos seus interesses pessoais. Apelamos às e aos parlamentares, ao Ministério Público e ao Supremo Tribunal Federal, autoridades cuidadoras da sanidade da política e da salvaguarda da ordem democrática num Estado de Direito, sem a qual mergulharíamos num caos com consequências políticas imprevisíveis. O Brasil clama pela atuação corajosa e decidida de Vossas Excelências.

Não aceitamos rompimento democrático! Não aceitamos o golpe! Não aceitamos Cunha na presidência da Câmara dos Deputados!

9 thoughts on “MANIFESTO EM DEFESA DAS INSTITUIÇÕES DEMOCRÁTICAS

  1. O cidadão comum desse nosso Brasil, que preza o respeito às legalidades institucionais e jurídicas, certamente também gostariam de assinar esse manifesto. É possivl?

  2. acho que o povo brasileiro deve acordar para a politica que esta acontecendo no país, a tentativa de golpe esta clara cada vez mais, mais não podemos deixar que isso aconteça,seria regredir a mais de cem anos. Outro dia coloquei no face uma pergunta e até agora ninguém pode me responder, qual o governo que conseguiu prender senador,deputados estaduais e federais , vereadores e juízes com acontece com com o governo Dilma, e agora a policia federal esta trabalhando de verdade, ministério publico hoje existe de fato, ESTOU COM DILMA E NÃO ABRO não quero retrceder e nem quero que o povo entre em retrocesso.

  3. Todos juntos por uma nação “SEMPRE” democrática, a coisa mais valiosa que temos (apesar de todos os problemas) é a democracía no Brasil, não podemos deixar escapar isso por nada desse mundo. Todos juntos vamos lutar, pra rua todo mundo defendendo alem da democracía, a justiça. Que caiam TODOS que devem cair, que fizeram por merecer a propria exoneração. Precisamos de gente honesta, que é o que menos temos no momento nesse nosso congresso, por isso essa confusão toda.

  4. Eduardo Cunha nao possui quelquer legitimidade para continuar a presidir a Camara apos ser acusado de possur conta banc aria na Suissa Com depositos que nao foram declarados a Receuta Federal. Quem e ele para falar sobre a Presidencia da Républica que sequer deu explicacoes sobre os ilicitos em relacao a sua pessoa ?

  5. Fui para av. Paulista na noite de 18/03/16, pq já sofri injúrias e calúnias, já levei soco de político na câmara de Guarulhos, já fui agredida por guardas do metrô de S.Paulo, já disseram q Alda Marco Antonio me deu casa na praia e pensão para meus filhos até os 21 anos por denunciar tortura a adolescentes,já tive um de meus filhos perseguido e preso por um investigador e vereador.Processo julgado inconsistente pelo promotor de cananeia..Amigos, inimigos parentes e colegas de trabalho, sabem q sou honesta, leal e tenho a Verdade como lema,Não nego auxílio, não exploro,vivo do meu trabalho. Meus 70 anos são de luta, lágrimas .e consciência limpa.
    NÃO ACEITO O GOLPE, NÃO ACEITO TIRANIA,REPUDIO A ATITUDE DE EDUARDO CUNHA E FAÇO QUESTÃO DE IDENTIFICAR-ME; Valderez de Mattos Galvão, rg 8817939 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *