Arquivo da tag: democracia

Resistência ao Estado Polícial

Em busca de esperança e equilíbrio: o bom jornalismo questiona o estado policial

Em artigo com o título Nem esperança nem equilíbrio, a jornalista Paula Cesarino Costa, a ombudswoman do jornal Folha de São Paulo, uma espécie de ouvidora independente da publicação, pratica o bom jornalismo e demonstra a carência de profissionalismo e responsabilidade nas coberturas das operações relacionadas ao combate à corrupção que inundam as manchetes da imprensa. Para ela, “é preciso tirar do chamado piloto automático a cobertura das operações policiais, de seus agentes e de seus métodos.”

“A imprensa precisa estar preparada para não ser apenas reprodutor de informações passadas por procuradores e policiais, por vezes de maneira incompleta ou manipuladora.”

Em sua coluna, Paula faz uma retrospectiva das ações policiais nas universidades brasileiras, aponta que “a ocorrência frequente de operações policiais em ambiente antes banhado em aura de superioridade moral obriga a maior reflexão” e, enquanto reconhece que “nenhuma instituição está a salvo de irregularidades”, coloca na pauta a banalização das prisões temporárias e a falta de justificativas para as conduções coercitivas.

“Em um país com a cultura de corrupção arraigada, a presunção da inocência por vezes parece deixada de lado.”

A ombudswoman põe em evidência a cobrança por uma abordagem mais abrangente e responsável dessas operações policiais que deveriam ser analisadas “também por eventuais inconsistências, arbitrariedades, objetivos políticos” para, em seguida, chamar à responsabilidade: “A imprensa não pode embarcar no clima que domina parcela da sociedade brasileira de acreditar que todos são corruptos, até que provem não sê-lo.” 

Num texto que deveria ser referenciado nas escolas de comunicação (e em cursos de reciclagens que muitos deveriam fazer), a experiente jornalista é taxativa ao cobrar que “é preciso investigação própria e uma narrativa crítica, fundamentada em fatos e equilibrada” e finaliza problematizando a dinâmica de condenações sumárias e propondo um debate entre leitores e jornalistas “na tentativa de refletir sobre a gravidade do momento que o país vive.” Isso sim é bom jornalismo.

Por Renam Brandão

manifestação diretas já

Por que Diretas Já

Eliane Brum: fragilização da democracia no interior de corações e mentes, entranhada no cotidiano, é a mais perigosa

Recente artigo da jornalista Eliane Brum traz argumentos em defensa das Diretas Já perante o cenário caótico de nossa democracia. Segundo Eliane, é preciso interromper imediatamente a fragilização da nossa democracia e, para isso, apenas com eleições diretas.

“A eleição direta, pela via constitucional, não é um atalho irresponsável, como dizem alguns. Mas sim uma reparação responsável da democracia, em processo acelerado de esvaziamento, por obra de uma corrosão promovida pelos dois lados da dita polarização.”

Em outro trecho, Brum destrincha o quão nocivo fora o julgamento da chapa Dilma-Temer presidido por Gilmar Mendes. “Como era previsto, Gilmar Mendes desempatou a votação dizendo exatamente o oposto do que disse antes, porque se antes interessava afundar Dilma Rousseff, agora interessa salvar seu amigo Michel. É a politização do judiciário num grau que parecia inimaginável até então.”

Leia na íntegra aqui: http://brasil.elpais.com

Impeachment de Dilma é golpe de Estado

Durante dois dias juristas internacionais se reuniram para julgar a legitimidade do impeachement no Tribunal Internacional pela Democracia no Brasil. A conclusão foi que o afastamento da presidente Dilma Rousseff  “viola a Constituição brasileira, a Convenção Americana de Direitos Humanos e o Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos, constituindo um verdadeiro golpe de Estado”.

O deputado federal Wadih Damous esteve no Teatro Casagrande para participar do Tribunal. Para Wadih, o espaço de opinião é uma forma criativa para denunciar o golpe. “Estamos aqui debatendo os aspectos jurídicos deste golpe midiático, parlamentar, econômico e judicial contra a democracia brasileira.

Leia matéria completa na matéria na Revista Fórum.

Foto: Midia Ninja