Wadih Damous se destacou na 1ª. posição – dentre os 46 parlamentares federais fluminenses da Câmara dos Deputados – no ranking “Como Legislam os deputados federais: clima e meio ambiente”. O levantamento é do  Observatório do Legislativo Brasileiro (OLB), vinculado ao Instituto de Estudos Sociais e Políticos da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (IESP/UERJ). Em relação à totalidade dos parlamentares (513) da Câmara dos Deputados, Wadih ocupa a 3ª. posição no ranking.

A metodologia do levantamento, em vez de usar parâmetros como produtividade e número de faltas, avalia os parlamentares a partir do comportamento no processo decisório em políticas públicas no Congresso Nacional: os votos, as emendas que apresentam a projetos, os pareceres como relator e os discursos na tribuna. Com o apoio do Instituto Clima e Sociedade, foram analisadas 12.946 atividades (votos, emendas, pareceres e discursos).

Segundo os organizadores do ranking, é possível dizer, com segurança, que os deputados com as melhores pontuações, mesmo que eventualmente não associem sua imagem às questões do meio ambiente, têm um comportamento na Câmara de forte apoio a elas, e que os deputados com as piores pontuações trabalharam sistematicamente em sua contraposição.

O OBL também produzirá rankings sobre temas como saúde, direitos da criança, regulação da alimentação, segurança e democratização da comunicação. O objetivo é “propiciar ao usuário-cidadão uma ferramenta confiável para a escolha do voto”.

Doe para a campanha

Wadih Damous é advogado e deputado federal. Foi presidente da Ordem dos Advogados do Brasil do Rio de Janeiro entre 2007 e 2012. Presidiu a Comissão da Verdade do Rio e a Comissão Nacional de Direitos Humanos do Conselho Federal da OAB. Presidiu Diretório Central dos Estudantes (DCE) da UERJ e, como advogado, atuou e defendeu os trabalhadores. Agora, como deputado federal, após ter ocupado a vanguarda na resistência ao golpe contra a presidenta Dilma, se firmou como um pilar da legalidade democrática na Câmara dos Deputados e é um dos principais parlamentares na defesa do Lula. Sua voz hoje no parlamento é referência contra as atrocidades jurídicas da Lava Jato e o Estado de exceção no qual está mergulhado o Brasil pós-golpe, sempre apontando a urgência do resgate da democracia.

Outro valor:

Share This